O selecionador de futebol da Nova Zelândia manifestou hoje confiança na possibilidade de a equipa nacional neozelandesa ultrapassar a congénere do Perú no ´play-off´ de acesso ao Campeonato do Mundo da Rússia em 2018.

Em declarações ao jornal ´New Zealand Herald´, Anthony Hudson afirmou que a seleção neozelandesa, vencedora da qualificação na Oceânia, tem uma “séria oportunidade” de voltar a disputar um mundial de futebol.

A Nova Zelândia irá defrontar o quinto classificado da zona sul-americana, lugar que de madrugada ficou ‘entregue’ ao Peru, depois de empatar em casa com a Colômbia (1-1) e ver Chile (3-0 fora com o Brasil) e Paraguai (1-0 em casa com a Venezuela), perderem os respetivos jogos.

“De todas as equipas que poderíamos ter enfrentado, do meu ponto de vista, o Peru é uma equipa com quem gostaríamos de jogar”, disse Hudson, apesar de advertir que a seleção peruana “é uma equipa forte e eficaz”.

“Temos uma grande oportunidade e estamos a prepará-la, assinalou, afirmando acreditar na possibilidade de a Nova Zelândia marcar presença no Mundial da Rússia.

A primeira mão do ´play-off´ deverá ser jogada a 10 ou 11 de novembro, em Wellington, devendo a segunda mão ser disputada a 14.

Em 20 edições, a Nova Zelândia esteve apenas em dois Mundiais, em 1982, em Espanha, e em 2010, na África do Sul.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.