O Brasil somou, na madrugada desta quarta-feira, o seu quarto triunfo em quatro jogos na fase de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2022 da FIFA ao vencer por por 2-0 no Uruguai, numa partida em que estiveram frente a frente dois jogadores do Benfica.

O avançado Darwin Nuñez foi titular no ataque da seleção uruguaia, ao lado de Edinson Cavani, somando assim a sua quarta internacionalização pelo seu país, enquanto Everton Cebolinha saltou do banco a meio do segundo tempo na seleção brasileira, numa altura em que esta já vencia por 2-0. Foi o seu 18.º jogo pela 'canarinha'.

Darwin, que aproveitou a ausência de Luis Suárez, infetado com COVID-19, para assumir a titularidade, foi até o primeiro a ficar perto do golo no encontro, logo a abrir, mas viu a barra da baliza contrária devolver o seu remate. O Brasil, também ele desfalcado com a ausência de nomes como Neymar, Coutinho, Militão ou Casemiro, estes dois últimos também devido à COVID-19, respondeu e acabou por chegar ao golo inaugural da partida quando estavam decorridos 34 minutos de jogo, por Arthur.

Richarlison dilatou a vantagem para fazer aquele que seria o 2-0 final ainda antes do intervalo e, no segundo tempo, o Uruguai acabou por se ver reduzido a dez elementos, por expulsão de Cavani, fruto de uma entrada dura sobre o mesmo Richarlison. A seleção 'celeste', ainda assim, até ainda conseguiu colocar a bola no fundo das redes, por Cáceres, mas o golo acabou por ser anulado por fora de jogo.

Na classificação desta fase sul-americana de qualificação para o próximo Mundial, o Brasil lidera isolado, com 12 pontos, fruto das quatro vitórias somadas noutros tantos jogos. Quanto ao Uruguai, segue no quinto posto, com seis pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.