Arsène Wenger, ex-treinador e atualmente diretor de desenvolvimento da FIFA, afirmou que o Mundial de 2022 poderá ter um sistema automático para assinalar foras de jogo.

Em entrevista ao programa 'Living Football', da FIFA, o francês explicou como funcionará o sistema.

"Penso que o fora de jogo automático estará pronto para 2022. Automático significa que o sinal vai diretamente para o auxiliar, que tem uma luz vermelha no seu relógio que lhe diz se é ou não fora de jogo", disse.

O antigo treinador realçou a importância que o sistema terá na tomada de decisões mais céleres no decorrer do jogo.

"Neste momento, temos situações em que os jogadores estão em linhas para vermos se estão ou não em fora de jogo. Em média, o tempo que temos de esperar são 70 segundos, às vezes um minuto e 20 segundos, outras um pouco mais quando é uma situação difícil de analisar. É muito importante porque vemos muitas celebrações a serem canceladas por situações marginais e é por isso que penso ser um passo importante", afirmou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.