Dias Ferreira tinha pensado em Artur Agostinho para mandatário da sua candidatura, pela mesma linha de pensamento que unia os dois sportinguistas.

«É uma tristeza muito grande…Andava a telefonar há vários dias para o Artur Agostinho porque tinha na cabeça a questão de lhe pedir para seu meu mandatário», disse em declarações ao SAPO Desporto.

O advogado lembra que o jornalista era «espantoso», o «pensador mais jovem» que conhecia e um homem que «sabia evoluir, um homem do seu tempo, que atravessou quase um século e entrou em 2000 a pensar com muita lucidez».

«Tinha em mente ganhar as eleições e agradecer ao Artur Agostinho…Era uma recordação de infância, uma pessoa que, como muitos amigos, me faz falta», sublinhou.

Artur Agostinho, sportinguista convicto e homem da comunicação, faleceu esta terça-feira, aos 90 anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.