Depois dos 30 milhões de euros do Manchester City avançados nos últimos dias pela imprensa britânica, hoje foi tornado público o orçamento do Chelsea para os próximos reforços: 56 milhões. E Di María é um dos jogadores mais desejados pelo clube londrino, liderado pelo milionário russo Roman Abramovich.

A posição de força assumida pelo Chelsea foi revelada pelo director executivo do clube, Ron Gourlay: "Temos um dos plantéis mais fortes e dinheiro para gastar. Se for preciso comprar mais jogadores, não vamos hesitar."

Embora se defenda com a cláusula de rescisão de 40 milhões de euros, o Benfica mostra-se mais agradado com o interesse do Chelsea, que ponder recrutar o argentino apenas para a próxima época, enquanto o City gostava de o resgatar já em Janeiro, o que contraria a vontade de Luís Filipe Vieira de não deixar sair jogadores antes do final da temporada.

Paralelamente, o Manchester United e o Inter de Milão mantêm-se na retaguarda do interesse sobre Di María, à espera de movimentações concretas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.