"Não estamos muito diferentes no ataque, embora
o Falcão seja diferente do Lisandro. Também é um avançado que
concretiza bem mas o Lisandro esteve cá muitos anos. Ainda temos o
Farías e por isso continuamos fortes no ataque", disse o extremo uruguaio, após o treino desta manhã no centro de treinos do Olival.

Regressado à competição no passado domingo, depois de uma longa ausência por lesão, Rodríguez mostra-se confiante em agarrar um lugar no onze de Jesualdo Ferreira. "Tenho de melhorar a condição física. Estou muito contente com a minha evolução. Vamos esperar. Sinto-me bem e
acredito que posso voltar a ser importante", frisou o jogador, que coroou o seu regresso com um golo: "Acabei por demorar mais do que esperava na recuperação. Marcar golos é sempre
um momento positivo, mas sinceramente o que mais me interessava era pôr a lesão para trás das costas."

O extremo fez também uma avaliação positiva de Varela, que ocupou o seu lugar na equipa diante do Nacional (3-0). "É um bom jogador, sem dúvida. Está a jogar bem e a aproveitar as oportunidades", considerou o jogador também conhecido como 'Cebola'.

O FC Porto soma quatro pontos em duas jornadas e Rodriguez aproveitou para salientar que este campeonato "vai ser equilibrado". "O FC Porto trabalha todos os anos para ser campeão e os rivais vão tentar destronar-nos", sublinhou o número 10 dos dragões, lançando de seguida a partida da terceira jornada, diante da Naval: "Sabemos que jogar fora, em
terrenos pequenos, é mais complicado, mas temos de estar preparados. O espírito da equipa está muito bem."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.