O médio argetino, Nicolás Gaitán, ficou surpreendido pela negativa com a forma como os jogadores da equipa helvética disputaram o "amigável".

"Foi um jogo duro. Tratava-se de um amigável, não era necessário... O objectivo destes jogos é ganhar ritmo e não jogar tão forte", referiu o jogador após o encontro realizado na Suíça.

O médio argentino veste a camisola 20, deixada por Simão Sabrosa e Di María, mas não vê esse pormenor com grande responsabilidade.

"Porquê? Tenho que dar o máximo pelo clube, independentemente do número da camisola. O 20 estava disponível e ficou para mim"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.