Humberto Coelho, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), esteve presente na missa que marca o primeiro aniversário sobre a morte de Eusébio e descreveu o antigo companheiro de equipa como “uma das figuras maiores do futebol português”.

“O Eusébio foi uma das figuras maiores do futebol português. Era, de facto, um jogador extraordinário com quem eu tive o prazer de conviver e de jogar. Fez-me passar momentos fantásticos e foi fundamental na minha formação no Benfica, com o apoio que me deu. Era um fora de série com um coração enorme. Deu-me uma amizade muito forte nunca me vou esquecer dos momentos que tive ao longo do tempo em que convivi com ele”, afirmou à entrada da Igreja do Seminário da Luz.

O antigo futebolista não está surpreendido com o grande número de homenagens feitas ao “pantera negra”, uma vez que este “é uma figura” com grande expressão em Portugal.

“Eusébio era um jogador internacional. Eu vi coisas fantásticas, o carinho que as pessoas tinham por ele...isso ilustra bem a figura que o Eusébio era para representar Portugal, era património nacional”, concluiu.

Recorde os últimos momentos do Pantera Negra.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.