À margem de uma visita ao Agrupamento Vertical das Escolas de Baguim, Vítor Baia mostrou-se satisfeito com os triunfos consecutivos do FC Porto e frisou que é normal isso ocorrer no clube azul e branco.

“Estou contente. O FC Porto está a ganhar e não me surpreende o trabalho do Villas-Boas, é um trabalho normal naquela casa. Espero que o FC Porto continue a ganhar. Não desejo o mal dos outros, para depois poder aparecer como salvador da pátria. O meu desejo é que o FCP continue neste caminho, a ganhar”, explicou.

Ao falar de vitórias azuis e brancas, o ex-guarda-redes portista recordou os tempos que serviu o clube entre os ferros e a sua saída tímida.

"Gostava de ter uma homenagem mais marcante para me despedir dos adeptos que durante muitos anos me apoiaram. Se isso ainda não aconteceu, têm de perguntar aos responsáveis porquê que não aconteceu", confessou.

Vítor Baía disse ainda que o cargo que ocupava como Director das Relações Externos do FC Porto “estava vazio de conteúdos”.

 “Não havia espaço para mim no futebol. E porque gosto muito do clube, decidi sair mas não saí com mágoa”, sublinhou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.