Fábio Coentrão foi pai na sexta-feira e a primeira filha do defesa já tem “toque” encarnado: Chama-se Vitória, tem 49cm e pesa 3590 gramas.

“Vou para a casa com a minha filhota, saiu um peso de cima de mim devido ao problema que ela teve, não estou muito habituado porque é o meu primeiro. Sai em tudo ao pai”, disse o internacional no auditório do Hospital Privado da Boa Nova, em Perafita, Matosinhos.

“Na segunda-feira tenho de me apresentar no Benfica e estou ansioso. Agora que a minha filha já nasceu vou de cabeça mais tranquila”, acrescentou.

O jogador do Benfica tem uma cláusula de rescisão no valor de 30 milhões de euros e Coentrão deixou uma coisa clara sobre os interesses de clubes como Manchester City ou Real Madrid: “Tenho contrato com o Benfica. Como eu tenho dito, só saio se me apresentarem uma boa proposta. Gosto de estar no Benfica e só saio se for bom para o clube”.

“Fico com muito orgulho em saber que clubes como Real Madrid ou Bayern de Munique estão interessados em mim. Não me afecta, até me dá mais motivação. Não sou daqueles jogadores que ao saber do conhecimento de outros clubes grandes penso logo em sair. Confio nas minhas capacidades e sei o que valho. Se ficar no Benfica, para o ano vou estar ainda melhor”, frisou.

Fábio Coentrão é o único jogador português a figurar no onze ideal do jornal francês “L’Équipe” e sobre este tema reconheceu o seu valor mas garantiu que irá continuar a trabalhar.

“Trabalho para ser o melhor e as pessoas tem de perceber que durante 21 anos fui extremo esquerdo e estou à sete meses como defesa esquerdo. Já rendi muito, viu-se pelo Mundial2010 que fiz, e acredito que ainda posso ser melhor”.

O jogador de Vila de Conde agradeceu ainda ao “mister” e ao clube que o fizeram crescer enquanto jogador: “Foi graças ao Benfica e a Jorge Jesus que fui ao Mundial2010”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.