O treinador do Feirense, Henrique Nunes, assumiu hoje que a equipa vai estar apenas concentrada no jogo com o Gil Vicente, sem pensar no Académica-Vitória de Guimarães, igualmente decisivo para a manutenção na Liga portuguesa de futebol.
«Rezar não. Sou católico e praticante, mas temos é que pensar em nós. Para não nos dispersarmos, temos que pensar no nosso jogo e depois de o ganhar vamos esperar que o Guimarães vença. Não vamos estar com o pensamento nos dois campos», revelou.
Para a derradeira jornada, o técnico do Feirense está consciente de que a equipa poderá demonstrar alguma ansiedade, mas recorda que a motivação é enorme.
«O jogo pode decidir o objetivo de toda a época e por isso não há margem de erro. Vai haver ansiedade, mas sabemos que temos que dar tudo em campo, porque o nosso clube cumpre e temos todos que retribuir com esforço e dedicação», declarou.
Segundo Henrique Nunes a equipa sofreu um abalo na confiança após a derrota com o Guimarães, mas considera que o Feirense vai dar tudo para vencer.
«É mais difícil manter a confiança, porque na semana passada dependíamos apenas de nós. Contudo, a esperança é a última a morrer e vamos jogar até ao fim», sublinhou.
O avançado Ludovic está confiante na vitória sobre o Gil Vicente e disse que acredita na vitória do Guimarães sobre a Académica.
«Não penso na descida. Vamos para ganhar e estamos motivados para isso. É o jogo mais decisivo da época, mas sabemos que estamos dependentes de outros. Acredito, no entanto, que o Guimarães pode vencer a Académica, porque tem melhor equipa», referiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.