Apesar do Benfica andar a analisar vários nomes para a cadeira de treinador da equipa principal das 'águias' há um nome que continua a pairar no ar e que é tido como o grande desejo de Luís Filipe Vieira: Jorge Jesus.

Contudo, o regresso do treinador ao Benfica obriga o clube a abrir os cordões à bolsa e não só no salário da sua equipa técnica.

Segundo o jornal 'O Jogo' deste sábado, a equipa técnica de Jorge Jesus iria custar qualquer coisa como 12 milhões de euros, 6,5 milhões após impostos - o triplo do que auferia a equipa técnica de Bruno Lage.

Além de salários, Jorge Jesus quer condições para dominar a Primeira Liga e deixar marca nas competições europeias, o que deverá obrigar o Benfica a investir mais dinheiro no mercado.

Estes são, para já, os objetivos que o Benfica tem de garantir, ainda que não seja de todo certo que este regresso possa acontecer: Jorge Jesus assumiu perante a equipa e direção do Flamengo que ficaria no emblema 'rubro-negro' para reconquistas o Brasileirão e a Taça Libertadores, além de tentar a vitória no Mundial de Clubes.

Com o futuro destas competições em suspenso, devido à pandemia de COVID-19, tudo permanece incerto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.