Matheus Pereira arrisca ficar quatro anos sem jogar futebol caso não peça desculpas a José Peseiro e aos restantes companheiros de equipa pelo seu comportamento nas últimas semanas, escreve o jornal Correio da Manhã na sua edição de quinta-feira.

De acordo com as informações recolhidas pelo referido diário, a SAD do Sporting está irritada com o comportamento pouco profissional do jogador que tem forçado a saída do clube por influência do pai. O médio brasileiro tem revelado pouco empenho nos treinos e questionou publicamente as opções de José Peseiro quando o técnico o colocou na bancada no jogo de estreia do campeonato nacional frente ao Moreirense.

O jogador arrisca agora um processo disciplinar e só um pedido de desculpas do jogador poderá reabilitá-lo aos olhos de toda a estrutura do Sporting. O mesmo jornal garante que a direção liderada por Sousa Cintra está intrasigente e que Matheus Pereira não sai por empréstimo, sendo que a venda só será concretizada pela cláusula de rescisão fixada nos 60 milhões de euros.

Caso o jogador não se retrate perante o balneário, a direção do Sporting equaciona mesmo afastá-lo do plantel e obrigá-lo a cumprir os restantes quatro anos de contrato sem jogar de forma a dar um exemplo para outros jogadores que tenham o mesmo tipo de comportamento.

Apesar deste cenário, a direção do Sporting acredita nas qualidades de Matheus Pereira e o jogador ainda poderá ser integrado na equipa caso mostre sinais de arrependimento e compromisso para com o grupo de trabalho liderado por José Peseiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.