A Sporting SAD informou hoje a Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que irá, nos termos da Reestruturação Financeira com o Banco Comercial Português e o Novo Banco, recuperar a totalidade dos direitos económicos de 17 jogadores.

Para alcançar esse objetivo, a SAD revela que exercerá o direito de opção de aquisição da totalidade das "Unidades de Participação" (UP’s) do "Sporting Fund", o que lhe permitirá recuperar a totalidade dos direitos económicos dos 17 jogadores em causa, entre os quais os atuais titulares da equipa principal William Carvalho e João Mário, que compõem a atual carteira do "Sporting Fund" (parte dos quais já foram alienados pela SAD) pelo montante total de 12,65 milhões de euros.

Os 17 jogadores em causa são os seguintes: Betinho (5%), André Carrillo (20%), André Martins (40%), André Santos (50%), Chaby (2,5%), Cédric (25%), Capel (20%), Diego Rubio (15%), Diogo Salomão (25%), Rinaudo (15%), Jéffren (25%), João Mário (15%), Zézinho (25%), Nuno Reis (15%), Seejou King (40%), William Carvalho (40%) e Wilson Eduardo (40%).

No comunicado que o Sporting fez chegar à CMVM, informa ter assinado hoje o "Acordo Quadro de Reestruturação Financeira" com o Banco Comercial Português (BCP) e o Novo Banco, acordo esse que contempla um conjunto de medidas e operações que incluem, entre outros, a renegociação dos termos dos financiamentos bancários existentes mediante a contratação de novas linhas de financiamento em condições mais vantajosas para o grupo SCP, composto por Sporting SAD, Sporting clube, Sporting SGPS e Sporting Património e Marketing (SPM).

O mesmo acordo inclui também o reembolso dos saldos inter-grupo, designadamente da dívida do clube à SAD e à SPM, o aumento de capital da SAD por conversão de dívida desta à Holdimo Participações e Investimentos, e por novas entradas de dinheiro a efetuar por investidores externos, bem como a emissão de novos valores mobiliários obrigatoriamente convertíveis (VMOC’s) em ações da SAD por conversão de dívida dos bancos.

Acresce, ainda, no âmbito do acordo, a disponibilização de uma linha de crédito intercalar, no montante de 20 milhões de euros, com vista ao reembolso do atual empréstimo obrigacionista "Sporting SAD 2014", com vencimento em 22 de novembro próximo.

"O processo de reestruturação financeira é crucial para o Grupo Sporting, e em concreto para a Sporting SAD, na medida em que permite à Sociedade, por um lado, elevar os seus capitais próprios, criar condições para assegurar o cumprimento dos requisitos do Fair Play financeiro exigidos pela UEFA para a participação nas competições europeias e, por outro lado, dotar a Sociedade dos meios necessários à gestão da sua atividade", conclui o comunicado emitido pela SAD leonina.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.