O treinador do Tondela, Natxo González, disse hoje que só exige aos jogadores “foco total no que podem controlar”, antecipando a receção ao Paços de Ferreira, em jogo da 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

“O único pedido [que faço aos jogadores] para amanhã [quarta-feira] é para fazerem o que estamos a fazer muito bem e que se esqueçam do mundo e do exterior, que foquemos toda a atenção no jogo com máxima confiança e segurança, que é o mais importante nestes momentos e nos últimos jogos. Foquem toda a atenção no que podemos controlar”, adiantou Natxo González.

Em videoconferência de antevisão ao jogo da 28.ª jornada, que se disputa na quarta-feira, às 19:00, no Estádio João Cardoso, o técnico espanhol recusou deixar-se levar por qualquer pressão existente pela diferença de um ponto entre as duas equipas, sendo que o Paços de Ferreira está imediatamente acima da ‘zona vermelha’.

“É um jogo importante, como são todos até ao final [do campeonato]. Temos de conseguir uma série de pontos para segurar o objetivo [da manutenção] e há que conseguir amanhã [quarta-feira], no jogo seguinte e no outro”, disse.

Nesse sentido, Natxo acrescentou: “Se somarmos pontos, melhor, viveremos mais tranquilos, se não, viveremos menos tranquilos. Temos de somar um número de pontos, seja amanhã [quarta-feira] ou nos jogos seguintes, mas não quero colocar essa pressão, porque acredito que não seria bom”, defendeu.

Ainda assim, o técnico disse que “a tranquilidade não existe” nos jogos que faltam para acabar o campeonato e considerou que, depois da pausa provocada pela pandemia de covid-19, o Tondela saiu “reforçado na forma de jogar e é o que dá segurança” a todo o plantel para as restantes jornadas.

O adversário da equipa beirã nesta jornada é treinado por Pepa, que saiu do Tondela na última época, onde tinha chegado, em janeiro de 2017, como treinador principal, uma vez que já tinha lá estado na época 2010/11, como adjunto de Filipe Moreira.

“Pepa conhece esta casa, este estádio, conhece vários jogadores e, logicamente, é um ponto a favor, mas não é decisivo. Nós também conhecemos a forma de trabalhar de Pepa e o que pode acontecer no jogo. Apesar de haver um maior conhecimento, em nenhum caso isso é decisivo, há outras situações mais decisivas para uma ou outra equipa ganhar”, considerou.

Questionado pelos jornalistas sobre as potencialidades de dois jogadores, Cláudio Ramos e João Pedro, Natxo González admitiu que, quando se fala em João Pedro, a principal característica em que pensa “é a sua inteligência futebolística, um valor muito importante dentro do jogo”.

“Cláudio Ramos é o melhor guarda-redes da I Liga portuguesa. É bom guarda-redes e muito regular que é o mais difícil e, por isso, considero que é o melhor no campeonato português”, enalteceu.

O Tondela, 14.º classificado, com 29 pontos, recebe na quarta-feira, pelas 19:00, no Estádio João Cardoso, o Paços de Ferreira, que contabiliza menos um ponto, 28, na 16ª posição, em encontro da 28.ª jornada da I Liga de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.