O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol castigou Nuno Saraiva, diretor de Comunicação do Sporting, com seis meses e 15 dias de suspensão e 561 euros de multa.


Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, foi condenado a seis meses e 15 dias de suspensão e 561 euros de multa pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

O órgão considerou que Nuno Saraiva colocou "em causa a imparcialidade da FPF e dos seus órgãos sociais" no sequência da suspensão do jogador Bruno Coelho.

O CD recordou declarações do presidente do Sporting:


"(...) a cedência a interesses clubísticos em detrimento da obrigatória imparcialidade, permite que, daqui para a frente, quem se sinta lesado pela justiça desportiva meta uma `cunha` ao Dr. Fernando Gomes que, como se viu, ele resolve. Já sobre o Professor Meirim também ficamos esclarecidos: manda pouco ou quase nada".