A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, assumiu-se hoje aliviada com o adiamento dos Jogos Olímpicos para 2021, devido à pandemia da covid-19, realçando a necessidade de conter a doença.

“Sinto-me, em parte, aliviada, mas também creio que vai ser complicado a partir de agora. Os problemas vão acumular-se, mas é melhor do que tivessem sido cancelados”, afirmou Koike, um dia depois de o Comité Olímpico Internacional e o Governo japonês terem acordado adiar os Jogos.

O evento vai ser realizado até ao verão de 2021, ainda em datas a determinar, e vai manter o nome oficial Tóquio2020.

O Japão registou na terça-feira 65 novos casos de covid-19, 17 dos quais em Tóquio.

“Nada mudou quanto às medidas contra o coronavírus. Agora, o mais importante para a cidade é controlar a sua propagação”, frisou Koike.

Até agora, o Japão registou 1.905 casos de infeção pelo novo coronavírus, entre os quais 712 do cruzeiro Diamond Princess, assim como 53 mortos, dez dos quais passageiros do navio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.