Uma decisão sobre o futuro do Estádio de Olímpico de Londres foi adiada mais oito semanas e deverá só ser tomada após o final dos Jogos Olímpicos, que se realizam de 27 de julho a 12 de agosto.

A Empresa para Desenvolvimento do Legado Olímpico de Londres (LLDC) tinha anunciado que iria tomar uma decisão ainda este mês sobre quem iria «herdar» o estádio depois dos JO, mas optou por retardar o prazo final por uma questão de «transparência».

«Estamos determinados a realizar um processo que seja transparente e justo para todos e que ofereça o melhor legado possível para o Estádio Olímpico. Estamos muito encorajados pela qualidade das propostas até agora. No entanto, uma série de questões surgiram durante o processo e acreditamos que é sensato dar a todos mais tempo para que possam ser resolvidos», disse Andrew Altman, chefe-executivo do LLDC.

Num primeiro concurso, o West Ham tinha sido o clube escolhido para administrar o estádio, que teve um custo total de 486 milhões de libras e tem lotação para 80.000 espetadores, mas o negócio foi cancelado após ações judiciais do Tottenham e do Leyton Orient.

A LLDC abriu posteriormente um novo processo de candidaturas ao direito de utilização de longo prazo do recinto e uma das propostas que estão em análise é de novo do West Ham.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.