Alexandre Mestre, secretário de Estado do Desporto e Juventude, classificou o atraso do pagamento das bolsas aos atletas portugueses como um falso problema.

«É um falso problema. A comissão de atletas olímpicos estava informada e sabia de todos os calendários. O atraso não põe em causa a preparação da federação olímpica, até porque vamos assinar o contrato de missão olímpica na segunda feira, quando tal só costuma ser feito à beira dos Jogos. Há um grande empenhamento do governo e do Instituto do Desporto de Portugal na preparação da missão olímpica. O resto é ruído», esclareceu o secretário de Estado.

Vicente Moura, presidente do Comité Olímpico de Portugal, revelou ainda que o que impede o pagamento das verbas em causa «são apenas problemas de ordem burocrática, porque há dinheiro».

«Mais dois ou três dias e o problemas estará resolvido», garantiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.