A 100 dias no início dos Jogos Paralímpicos Londres2012 Portugal ainda desconhece o número de atletas que vai ter na competição, pois só no início de junho serão conhecidas as quotas definitivas por país.

«A quota provisória que está definida neste momento é de 26 atletas – 12 no atletismo, quatro na natação, nove do boccia e um no remo», referiu Carlos Lopes, chefe da missão paralímpica Londres2012.

O antigo atleta, que falava após a apresentação do hino da missão portuguesa Londres2012, da autoria do músico Luís Represas, referiu que «pela primeira vez, atletas com mínimos b vão ficar fora da competição», acrescentando que «mesmo para os que têm mínimos A será complicado».

Carlos Lopes exemplificou as dificuldades de qualificação com o atletismo, modalidade na qual Portugal tem «26 atletas integrados, de pleno direito, no projeto paralímpico», dos quais, de acordo com a quota provisória, só 12 poderão estar em Londres.

Portugal vai estar representado nos Jogos, que se disputam de 29 de agosto a 09 de setembro, nas modalidades de atletismo, natação, boccia e remo, mas apenas nas duas últimas já tem a quota definitiva garantida.

No boccia, Portugal terá nove atletas, alguns dos quais medalhados em Pequim2008, e no remo estará representado por Filomena Franco, que se estreou em competições paralímpicas há quatro anos.

Para a natação e atletismo, o Comité Paralímpico de Portugal vai, segundo Carlos Lopes, definir critérios de seleção.

«No seio do comité paralímpico e com a colaboração e envolvimento das federações com definirmos critérios de seleção no atletismo e natação e queremos defini-los até quatro de junho, porque nessa data saberemos a quota definitiva», referiu.

Carlos Lopes prevê «uns Jogos de grande qualidade, com a presença da elite do desporto paralímpico» e, por isso, considera que falar de resultados «é difícil».

«Aquilo que podemos garantir, e é com isso que nos podemos comprometer, é toda a motivação, todo o empenho e todo o entusiamos que sempre tivemos ao longo de todos os Jogos Paralímpicos», afirmou o chefe da missão paralímpico

A 14.ª edição dos Jogos Paralímpicos deverá juntar 4200 atletas de 160 países e marca o regresso à competição da área da deficiência intelectual, ausente do programa paralímpico Sidnei2000.

Portugal esteve representado nos Jogos Paralímpicos Pequim2008 por 35 atletas, nas modalidades de atletismo, natação, boccia, remo, vela, ciclismo e hipismo, tendo conquistado sete medalhas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.