A seleção olímpica que vai representar Portugal no Rio de Janeiro já está concentrada na Cidade do Futebol e Bruno Fernandes foi o primeiro jogador escolhido para falar aos jornalistas em conferência de imprensa. O médio recordou os recentes feitos do desporto português e admitiu que é "um orgulho" envergar as cores lusas.

"Independentemente do que Portugal fez no Europeu, a pressão de representar Portugal é sempre alta, seja nos jogos particulares, nos Jogos Olímpicos, no Mundial ou num particular. Representar Portugal é um grande orgulho e acho que isto só tem sido bom para Portugal e temos vindo a ganhar respeito. Fomos campeões de sub-17, a seleção nacional ganhou o Europeu, campeões da Europa de hóquei em patins...Acredito que Portugal é respeitado e temos de mostrar que somos fortes. É uma grande oportunidade para nós e para o nosso país", disse o médio da Udinese.

A convocatória de Rui Jorge para o Rio de Janeiro acabou por sair muito desfalcada devido à intransigência de diversos clubes, que não autorizaram a ausência dos seus jogadores. Ainda assim, Bruno Fernandes acredita que o grupo final tem qualidade.

"Todos os jogadores convocados têm qualidade, temos de acreditar nas qualidades uns dos outros e apoiar-nos uns aos outros", disse o médio.

Em relação aos adversários na fase de grupos do torneio olímpico - Argentina, Argélia e Honduras - Bruno Fernandes admitiu que ainda há algum trabalho de casa a fazer: "Vimos muito pouco da Argentina, mas temos tempo. As Honduras conhecemos porque vimos um vídeo por causa do amigável com o México. Da Argélia conhecemos pouco".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.