O presidente do Comité Olímpico Russo (COR), Alexander Zhukov, atacou hoje as agências antidopagem dos Estados Unidos e Canadá, naquilo que considera ser uma pressão para que a Rússia não esteja nos Jogos do Rio2016.

Numa carta enviada ao presidente do Comité Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, Zhukov expressa preocupação e lamento, admitindo levar este caso junto da comissão de ética do COI.

“O Comité Olímpico Russo está extremamente dececionado com os movimentos das agências antidopagem dos Estados Unidos e do Canadá”, começa por dizer o responsável.

Zhukov vai mais longe e considera que a situação “é uma tentativa de criar uma aliança internacional de atletas e organizações que apoiem a completa exclusão dos atletas russos dos Jogos Olímpicos”.

A Rússia está impedida de competir pela IAAF, mas o Tribunal Arbitral do Desporto deverá analisar antes dos Jogos do Rio2016 a possibilidade de 68 atletas, que recorreram da suspensão, poderem competir.

A reação de Zhukov surge depois de já hoje as agências antidopagem dos Estados Unidos e do Canadá terem enviado uma carta a várias agências nacionais, referindo que os atletas russos devem ser impedidos de participar nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos caso “sejam encontradas provas de que o governo russo apoiou o recurso ao ‘doping’”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.