O Comité Olímpico Internacional (COI) anunciou hoje que, a partir dos Jogos Olímpicos Rio2016, os casos de doping var passar a ser julgados pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAS).

A medida, especifica o COI, tem por objetivo tornar mais independente o tratamento dos casos de doping, colocando-os sob a alçada de uma divisão especial do TAS.

“A nova divisão antidoping do TAS substituirá a comissão antidoping do COI. Esta medida visa proteger preventivamente os atletas cumpridores”, adiantou o porta-voz do COI, Mark Adams.

Atualmente, os casos de doping durante os Jogos Olímpicos eram tratados por uma comissão de disciplina do COI, que fazia as audiências aos atletas com testes positivos e decidia sanções, que poderiam ir da desqualificação à retirada de medalhas já atribuídas.

O novo procedimento hoje adotado pela Comissão Executiva do COI prevê que os casos positivos serão endereçados a um pequeno grupo de elementos do TAS, especialmente designados.

Os atletas visados poderão recorrer da decisão em primeira instância para uma outra divisão ‘ad hoc’ do TAS, que também estará nos Jogos do Rio de Janeiro.

Os Jogos Olímpicos decorrem entre 05 e 21 de agosto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.