João Rodrigues lamentou, em entrevista à agência Lusa, que o Rio de Janeiro tenha desaproveitado os Jogos Olímpicos para limpar a Baía de Guanabara, um dos locais mais bonitos em que velejou. “Quando se olha para tudo isto a sensação que se tem é que foi uma oportunidade perdida. Quando o Rio de Janeiro se candidatou à organização dos Jogos, uma das premissas inerentes era que a baía de Guanabara iria ser limpa e estamos a falar de um espaço temporal de oito ou nove anos”, referiu.

João Rodrigues, que, aos 44 anos, vai participar pela sétima vez em Jogos, disse que durante as três semanas que esteve a treinar no Rio de Janeiro “houve dias em que era praticamente impossível fazer uma regata sem apanhar um saco de plástico no patilhão ou no ‘fin’”, lamentando que se tenha perdido o “legado que podia ter ficado para os cariocas e para o Brasil”.

“É uma das baías mais bonitas onde já velejei, mas é só bonita de cima, porque lá dentro o sentimento que se tem é de pena. É uma tristeza que aquilo tenha acontecido assim”, afirmou.

De acordo com o madeirense, “o lixo que se encontra dentro da baía de Guanabara é indescritível”, revelando que “toda a espécie de animais mortos”, frigoríficos, sofás, plásticos, milhares de sacos plásticos – “normalmente é um mar de sacos plásticos que nós encontramos na baía, principalmente quando chove”.

Além da questão desportiva, com a poluição a poder mudar o rumo de uma regata, João Rodrigues lembra que também pode haver riscos para a saúde dos atletas, embora, em tom de brincadeira, admita que já está ‘vacinado’.

“Já velejei tantas vezes na baía de Guanabara que já devo ter ganhado alguma capacidade de resistência a tudo o que existe naquela baía”, disse, recordando um caso de um colega que correu o risco de ser amputado.

Lembrando um estudo que revelou que a marina da Glória, que é a marina olímpica, tem uma concentração de vírus e bactérias 1,7 milhões de vezes superior àquilo que é estabelecido como norma nas praias da Califórnia, João Rodrigues diz que “é neste caldo” que vão decorrer as provas do Rio2016.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.