Roger Federer anunciou esta tarde que não estará presente nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que começam já este mês.

O suíço explica que a sua ausência se deve a problemas no joelho, que regressaram durante a temporada.

"Estou muito desapontado, uma vez que foi uma honra e um momento alto da minha carreira cada vez que representei a Suíça. Já comecei a reabilitação na esperança de regressar ao Tour mais tarde este verão", escreveu o tenista, numa publicação nas redes sociais.

“Desejo muita sorte a toda a seleção Suíça e vou torcer muito de longe. Como sempre, Hopp Schwiz!”, concluiu.

Roger Federer junta-se assim ao espanhol Rafael Nadal, campeão olímpico em Pequim2008 em singulares e no Rio2016 em pares.

O sérvio Novak Djokovic, bronze em Pequim2008, atual líder do ranking mundial, disse nos últimos dias estar dividido quanto à ida a Tóquio2020, após saber da total ausência de público na competição.

Roger Federer, de 39 anos, foi medalha de Ouro em duplas em Pequim2008, com Stanislas Wawrinka e Prata em singulares em Londres2012.

*Artigo atualizado

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.