O livro Jogos Olímpicos ‘Medalhas de Portugal', uma obra da autoria do jornalista António Simões que reúne histórias por detrás das 24 medalhas conquistadas pelos atletas portugueses, foi hoje lançada.

António Simões, jornalista do jornal desportivo ‘A Bola', revelou que esta obra resulta de um desafio lançado pelo presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP), José Manuel Constantino, que desde o primeiro momento considerou "empolgante".

"Desde a primeira conversa com o presidente do COP que fiquei entusiasmado com a ideia de fazer este livro, mas percebi logo que o jornal ‘A Bola' devia ser envolvido no projeto. E assim foi, ficando eu responsável pela criação editorial do produto", disse o autor, que explica que não se trata apenas de um livro de medalhas olímpicas.

"É claro que neste livro encontramos o que é óbvio num livro sobre medalhas olímpicas, mas é sobretudo um livro sobre o que não se imagina. É a mesma perspetiva como encaro o jornalismo que faço: um jornalismo em que o objetivo é tratar o acontecimento de forma noticiosa, mas que procura ir além dessa perspetiva, dando a história lateral e imprevista. Nunca quis ser historiador, mas sempre quis contar histórias. Por isso, sem vaidade, posso afirmar que este é um livro que nunca se fez", afirmou o jornalista.

Perspetivando já que a obra pode vir a estar desatualizada daqui a alguns dias, depois dos Jogos Olímpicos de Tóquio2020, António Simões admite que é esse o deu desejo, mas adverte que os Jogos são "uma caixinha de surpresas".

"Espero mesmo que daqui a uns meses esta obra esteja desatualizada, mas sei que o Jogos Olímpicos são uma caixinha de surpresas, onde se pode ganhar uma medalha que não se espera, mas também se pode perder uma medalha que está ganha à partida", concluiu.

José Manuel Constantino felicitou o autor pelo resultado final da obra e sublinhou que se trata de um "tesouro" para as próximas gerações e para o futuro do desporto.

"Trata-se de uma iniciativa que possibilita deixar para as futuras gerações as histórias dos nossos medalhados olímpicos. Além do mais, foi uma coincidência feliz ser o António Simões o editor desta obra, pois ele próprio é um contador de histórias, mesmo no seu papel de jornalista, onde para além do relato dos factos tem sempre uma história para dar a conhecer", terminou o presidente do COP.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.