Duas vezes campeã mundial da especialidade, Annemiek van Vleuten, de 38 anos, impôs-se no exercício de 22,1 quilómetros, cumpridos ao cabo de 30.13 minutos, sendo quase um minuto mais rápida do que a segunda, a suíça Marlen Reusser, que chegou a 56 segundos.

A compatriota da nova campeã olímpica Anna van der Breggen foi terceira a 1.02 minutos, igualando o que tinha feito no ‘crono’ do Rio2016, quando se sagrou campeã olímpica na corrida de fundo.

Desta feita, Van Vleuten pôde celebrar 'a sério', depois de no domingo ter festejado como se de uma vitória se tratasse o que acabou por ser ‘apenas’ a prata, dado que não se tinha apercebido que a austríaca Anna Kiesenhofer ainda estava na frente.

A veterana holandesa é uma das mais laureadas ciclistas do pelotão feminino, com duas Voltas a Itália, três títulos mundiais, várias vitórias em clássicas, num total de 80 vitórias profissionais.

Este ano, entre vários triunfos, venceu a Volta à Flandres, uma das corridas WorldTour feminino.

Segue-se, no Autódromo Internacional de Fuji, a corrida masculina, com 44,2 quilómetros, que contará com a participação de Nelson Oliveira, sétimo no Rio2016, e João Almeida.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.