Van der Poel tinha como grande objetivo da temporada a prova olímpica e desistiu mesmo da Volta a França antes da nona etapa, uma depois de perder a camisola amarela, para se preparar para o XCO, mas o sonho ruiu na primeira volta, quando sofreu uma violenta queda, acabando por desistir algumas voltas depois.

Sem o grande favorito ao triunfo em prova, Pidcock, também ciclista de estrada, acabou por se isolar nas três últimas voltas para terminar os 28,25 quilómetros em 1:25.14 horas.

Na segunda posição chegou o suíço Mathias Flueckiger, a 20 segundos de Pidcock, com o espanhol David Valero Serrano a ser terceiro classificado, a 34.

O suíço Nino Schurter foi quarto classificado e falhou a quarta medalha olímpica consecutiva, depois do ouro no Rio2016, a prata em Londres2012 e o bronze em Pequim2008.

Todas as notícias e reportagens sobre Tóquio 2020 acompanhadas ao minuto pelo SAPO Desporto

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto