Na terceira e última jornada da fase de grupos, os norte-americanos, vencedores do ouro nas últimas três edições do torneio, terminaram o grupo A no segundo lugar, atrás da França, que hoje superou o Irão por 79-62, enquanto os checos, que tinham pretensões de alcançar a próxima ronda, ficaram eliminados.

Ao perder por 35 pontos, a seleção europeia ‘apurou’ a Alemanha no grupo B, como um dos dois melhores terceiros classificados, e deixou Argentina e Japão a lutarem no domingo no grupo C pela única vaga disponível.

A Alemanha até perdeu por 89-76 com a Austrália, que assegurou o primeiro lugar do grupo à frente da Itália, segundo classificada e também apurada, que bateu por 80-71 a Nigéria, na despedida da seleção africana.

França, Austrália e o vencedor do grupo C, que será decidido entre Espanha e a estreante Eslovénia, têm o estatuto de cabeça de série no sorteio dos quartos de final, assim como os Estados Unidos, que também hoje confirmaram o ‘estatuto’ de melhor segundo classificado dos três agrupamentos.

Na Saitama Super Arena, Kevin Durant apontou 23 pontos e tornou-se no melhor marcador da seleção dos Estados Unidos em Jogos Olímpicos, com um total de 354, superando os 336 de Carmelo Anthony.

A República Checa ainda sonhou com um surpreendente triunfo sobre o campeão, quando venceu o primeiro período por 25-18, mas, ao intervalo já estava em desvantagem (47-43) e na segunda parte os Estados Unidos foram completamente dominadores.

Além de Durant, que também somou oito ressaltos e seis assistências, Jayson Tatum esteve em destaque, com 27 pontos, com Zach LaVine a contribuir com 13.

Do lado dos checos, Blake Schilb,com 17 pontos e cinco ressaltos, e Ondrej Balvin, que assinou 15 pontos e juntou quatro ressaltos, foram os mais inconformados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto