Bronte Campbell, Meg Harris, Emma McKeon e Cate Campbell sagraram-se campeãs olímpicas com o tempo de 3.29,69 minutos, melhorando um recorde, fixado em 3.30,05, que já pertencia à Austrália desde abril de 2018.

Com as australianas a confirmarem o favoritismo, o Canadá e os Estados Unidos disputaram a prata, com as canadianas a levarem a melhor, em 3.32,78 minutos. As norte-americanas, que cumpriram os 4x100 em 3.32,81, ficaram com o bronze.

Todas as notícias e reportagens sobre Tóquio 2020 acompanhadas ao minuto pelo SAPO Desporto

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto