Os eventos de teste para os Jogos Olímpicos vão recomeçar em março de 2021, “provavelmente, com a presença de espetadores”, anunciaram hoje os organizadores de Tóquio2020, adiado para o próximo ano devido à pandemia de covid-19.

A maioria dos eventos de teste, que funcionam como um ensaio geral de cada desporto olímpico, já se realizou antes de março de 2020, quando foi tomada a histórica decisão de adiar o mais importante evento desportivo mundial, mas estão ainda por concluir relativamente a 18 modalidades.

Além dos testes às vertentes desportiva e organizativa, os eventos a realizar no próximo ano, maioritariamente entre abril e maio, terão uma nova componente: a avaliação da eficácia do plano de emergência para a pandemia de covid-19 adotado pela organização.

“Para a realização dos grandes eventos de testes, virão para o Japão atletas estrangeiros e [os testes] decorrerão, provavelmente, com a presença de espetadores”, revelou Yasuo Mori, vice-diretor de operações de Tóquio2020.

O público que poderá assistir será exclusivamente proveniente do Japão e ainda não está decidido o número máximo de espetadores autorizado para cada ensaio, mas Mori manifestou a firme vontade da organização nesse sentido, numa altura em que o país está a enfrentar a segunda vaga da pandemia.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.422.951 mortos resultantes de mais de 60,4 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.