Nome grande dos trampolins, Dong Dong procurava um novo ouro olímpico para juntar ao conquistado em Londres2012, mas deparou-se com o ‘gigante’ Ivan Litvinovich, que sucedeu no palmarés ao seu compatriota Uladzislau Hancharou, o campeão do Rio2016, que hoje ficou fora das medalhas, ao ser apenas quarto.

Numa prova ‘atribulada’, marcada por vários erros, como aquele que custou ao português Diogo Abreu a presença na final, Litvinovich foi o mais constante e, apesar de pequenas falhas na final, saltou mais alto do que os adversários para chegar ao ouro com uma pontuação de 61.715.

Dong Dong, que já tinha sido prata no Rio2016 e bronze em Pequim2008, ficou-se pelo segundo lugar, com 61.235, diante do neozelandês Dylan Schmidt, bronze, com 60.675, mas garantiu o seu lugar na história dos Jogos, como primeiro ginasta a somar quatro medalhas individuais nos trampolins. O campeão ‘destronado’, Hancharou, somou 60.565.

Antes, na qualificação, Diogo Abreu tinha falhado a qualificação para a final, ao sair do trampolim na segunda rotina, concluindo a sua segunda participação olímpica na 11.ª posição, com um total de 93.420 pontos, a mais de 20 de Litvinovich.

Ainda assim, e apesar de ter repetido o erro cometido no Rio2016, o ginasta português melhorou a sua classificação, subindo cinco lugares em relação aos Jogos anteriores.

Um dia antes de os homens subirem aos trampolins, foram as ginastas chinesas a dominar a prova feminina, com uma ‘dobradinha’ de Zhu Xueying, ouro, e Liu Lingling, prata.

Xueying, que em 2014 foi campeã nos trampolins nos Jogos da Juventude, arrebatou o ouro com uma pontuação de 56.635, sendo 285 milésimas melhor do que a sua compatriota.

Esta foi a segunda vez que a China teve duas ginastas no pódio e os quintos Jogos consecutivos em que ganhou uma medalha na disciplina – a única vez que aquela nação não ganhou uma medalha olímpica no trampolim individual feminino foi em Sydney2000, o ano em que a disciplina integrou o programa olímpico.

O bronze foi para a britânica Bryony Page (55.735), prata no Rio2016, com a bicampeã olímpica, a canadiana Rosie MacLennan, a cometer dois erros que lhe custaram uma medalha.

A campeã do Rio2016 e de Londres2012 sofreu uma penalização e somou apenas 55.460, ficando no quarto posto.

Quadro de medalhas da ginástica de trampolins:

- Prova feminina:

Ouro: Zhu Xueying (Chi)

Prata: Liu Lingling (Chi)

Bronze: Bryony Page (GB)

- Prova masculina:

Ouro: Ivan Litvinovich (Bie)

Prata: Dong Dong (Chi)

Bronze: Dylan Schmidt (Nzl)

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.