A campeã olímpica de andebol feminino Rússia e a Noruega reeditam em Tóquio2020 uma das meias-finais do Río2016, enquanto a vice-campeã França defronta a Suécia, após hoje terem eliminado, respetivamente, Montenegro, Hungria, Países Baixos e Coreia do Sul.

Rússia, a competir sob a bandeira do seu comité olímpico, França e Noruega, todas já com medalhas olímpicas conquistadas no andebol feminino, repetem no Japão a presença nas meias-finais do Brasil, numa fase que assinala a estreia da Suécia.

A seleção do Comité Olímpico da Rússia, segunda classificada do Grupo B na fase preliminar, com os mesmos sete pontos da Suécia, primeira, venceu por 32-26 o Montenegro, que terminou na terceira posição do A, com quatro.

Já a ainda invicta campeã europeia Noruega (primeira do Grupo A), medalha de bronze no Rio2016 e quarta no Mundial2019, assegurou a passagem às meias-finais com um triunfo por 26-22 frente à Hungria, quarta classificada do B, com quatro pontos.

Tal como no Rio2016, Noruega e Rússia defrontam-se nas meias-finais, tendo na altura, no Brasil, a seleção nórdica perdido por 38-37 após prolongamento e ficado fora de lutar pela revalidação dos títulos conquistados em Londres2012 e Pequim2008.

A vice-campeã olímpica e vice-campeã europeia França, terceira classificada do Grupo B, com cinco pontos, venceu por 32-22 a campeã mundial Países Baixos (quarta no Rio2016), que terminou a ronda preliminar na segunda posição do A, com oito pontos.

A França, que procura no Japão conquistar o primeiro ouro olímpico depois da prata no Rio2016, vai defrontar nas meias-finais a Suécia, primeira do Grupo B, com sete pontos, que afastou a Coreia do Sul, quarta do A, com um triunfo por 39-30.

A Suécia, que é a única das seleções semifinalistas que ainda não conquistou qualquer medalha – a Noruega soma seis (duas de ouro, duas de prata e duas de bronze), a Rússia duas (ouro e prata) e a França uma (prata) - é a outsider das meias-finais a disputar sexta-feira.

A estreante em meias-finais olímpicas Suécia apresenta como melhores registos nas principais competições de seleções o segundo lugar no Europeu2010, o terceiro no Europeu2014 e o quarto lugar no Mundial2017.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.