A norte-americana Sydney McLaughlin sagrou-se hoje campeã olímpica dos 400 metros barreiras, nos Jogos Tóquio2020, numa prova em que melhorou o recorde mundial, que já lhe pertencia.

Todas as notícias e reportagens sobre Tóquio 2020 acompanhadas ao minuto pelo SAPO Desporto

No estádio olímpico de Tóquio, McLaughlin, de 21 anos, correu para o ouro em 51,46 segundos, fazendo cair o anterior máximo mundial, de 51,90, que tinha estabelecido em junho.

A compatriota Dalilah Muhammad, que procurava revalidar o título conseguido nos Jogos Rio2016, conquistou a prata, correndo também abaixo do anterior recorde mundial (51,58 segundos).

A holandesa Femke Bol completou o pódio, conseguindo a medalha de bronze, com a marca de 52,03 segundos, novo recorde da Europa, melhorando a marca de 52,34 que pertencia à russa Yuliya Pechonkina há 19 anos.

Sydney McLaughlin conseguiu em Tóquio o seu primeiro título olímpico, depois de em 2016, então com 16 anos, ter chegado aos Jogos do Rio de Janeiro como a atleta mais jovem dos Estados Unidos desde 1972.

Em 2019, Sydney McLaughlin foi vice-campeã da distância nos Mundiais de Doha, atrás de Dalilah Muhammad, que nessa ocasião melhorou o seu próprio recorde mundial, que a nova campeã olímpica viria a ‘derrubar’ em junho passado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto