Patrícia Mamona registou um salto de 14,91 metros no primeiro salto e bateu o recorde nacional, que já lhe pertencia, e que estava fixado em 14,66 metros. Alguns saltos depois, a atleta portuguesa melhorou o recorde ao saltar 15,01 metros.

A saltadora lusa, de 32 anos, tinha fixado a melhor marca nacional em 14,66, em 09 de julho último, na etapa do Mónaco da Liga de Diamante, aumentando em um centímetro o recorde que lhe tinha valido o sexto lugar no Rio2016.

De frisar que a atleta portuguesa está a disputar a final do triplo salto depois de ter saltado 14,54 metros no primeiro salto da prova de qualificação, que aconteceu na madrugada de sábado.

A distância saltada por Mamona foi a quarta melhor do concurso de qualificação, apenas superada pelos 14.60 metros de Thea Lafond, da Dominca, pelos da venezuelana Yulimar Rojas e pelos 14.62 metros da espanhola Ana Peleteiro.

A saltadora cumpre a sua terceira presença em Jogos Olímpicos, depois do sexto posto no Rio2016 e do 13.º lugar em Londres2012.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.