“Não há planos de alterar nenhuma outra competição”, afirmou hoje o porta-voz Masa Takaya.

Takaya explicou que o este fenómeno meteorológico está referenciado como tufão no Japão, ressalvando que segundo os parâmetros norte-americanos somente seria considerado uma tempestade tropical de categoria três, numa escala de cinco.

“Eu não estaria muito preocupado, apesar de ser necessário tomar precauções”, referiu Takaya, assegurando que a organização continua atenta.

Uma das provas já reagendadas de terça para quinta-feira foi a final C de double-scull peso ligeiro, que vai contar com os remadores portugueses Pedro Fraga e Afonso Costa.

A prova está marcada para quinta-feira, às 08:50 locais (00:50 em Lisboa), definindo a classificação abaixo do 13.º lugar, sendo disputada depois das finais A e B, que atribuem os 12 primeiros lugares da competição.

A temporada de tufões no Japão acontece entre maio e outubro, com pico nos meses de agosto e setembro. Em 2019, o tufão Hagibis obrigou ao cancelamento de três partidas da primeira fase do Campeonato do Mundo de râguebi.

Todas as notícias e reportagens sobre Tóquio 2020 acompanhadas ao minuto pelo SAPO Desporto

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto