A organização adiantou que na terça-feira, dia em que os portugueses Pedro Fraga e Afonso Costa deveriam disputar a final C de double-scull ligeiro, no remo, são esperadas fortes rajadas de vento, tornando impraticável a competição.

As provas foram recalendarizadas para quarta, quinta e sexta-feira, estando a prova da dupla portuguesa prevista agora para quinta-feira às 08:50 locais (00:50 em Lisboa), numa final C em que o melhor que podem ambicionar é o 13.º lugar.

Pedro Fraga e Afonso Costa não conseguiram hoje, já na repescagem, o apuramento para as meias-finais de double-scull ligeiro, ficando a oito centésimos de segundo dos uruguaios Bruno Berriolo e Felipe Ferreira.

A agência de meteorologia do Japão espera que o tufão atinja Tóquio na terça-feira, prevendo-se rajadas de 90 quilómetros por hora.

No sábado, a organização já tinha admitido o reagendamento do remo, situação confirmada hoje.

“Ao contrário de um terramoto, nós somos capazes de prever a trajetória de um tufão, o que nos permite estar preparados”, disse então o porta-voz de Tóquio2020, Masa Takaya.

A temporadas de tufões no Japão acontece entre maio e outubro, com pico nos meses de agosto e setembro. Em 2019, o tufão Hagibis obrigou ao cancelamento de três partidas da primeira fase do Campeonato do Mundo de râguebi.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto