A competir na segunda das quatro séries, Holub concluiu a prova em 8.40,04 minutos, falhando o apuramento para a final, depois de já ter tido o mesmo destino nos 1.500 metros, ao terminar as eliminatórias na 22.ª posição.

O tempo de Holub ficou ainda longe do recorde de Portugal, pertença de Diana Durães desde 2018, com 8.29,33 minutos, numa ronda de qualificação em que a estrela norte-americana Katie Ledecky foi a mais rápida, com o tempo de 8.15,67.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.