O selecionador norte-americano de basquetebol, Gregg Popovich, disse hoje que a derrota perante a França por 83-76, na estreia nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, “foi algo que não deveria surpreender” porque “há muitas equipas boas no mundo”.

“O basquetebol é um desporto internacional, há muitas equipas boas no nosso grupo, como a francesa, a australiana, a espanhola. Hoje a diferença entre essas equipas e os Estados Unidos é menor. A França trabalhou bem, foi consistente a defender e a atacar, é tão simples como isso”, disse Popovich, para quem a sua equipa tem de ser “mais consistente se quiser ganhar as próximas partidas”.

Popovich lembrou que a seleção dos Estados Unidos teve várias vantagens de nove e 10 pontos, que acabou por perder devido a uma acumulação de erros ofensivos na forma como “circulou a bola”, razão pela qual a equipa “não teve situações de lançamentos sem oposição”, e de erros defensivos causados por “uma defesa pouco consistente”.

Com efeito, a seleção dos Estados Unidos teve menos acerto nos lançamentos de campo (25 concretizados em 69, o que corresponde a uma eficácia de 36 por cento) do que a França (que acertou 29 em 62, ou seja, teve uma eficácia de 47 por cento), o que não deixa de ser surpreendente quando estamos na presença de uma equipa recheada de talentos da NBA.

“Algumas vezes acertas, outras não, não é uma questão de um só aspeto de jogo que te faz perder ou ganhar. Não nos venceram por terem sido enormes, mas porque criaram boas situações e somaram triplos”, comentou ainda Popovich.

A seleção de basquetebol dos Estados Unidos, vencedora das três últimas edições, foi hoje derrotada pela França, por 83-76, no jogo de estreia nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, cedendo após 25 vitórias consecutivas na competição.

Os norte-americanos, que não perdiam qualquer encontro olímpico desde as meias-finais de Atenas2004, foram surpreendidos pelos franceses, que ao intervalo até perdiam por 45-37, mas deram a volta no terceiro período, com um parcial de 25-11.

Evan Fournier foi a grande figura dos gauleses, com 28 pontos, enquanto Jrue Holiday, há poucos dias campeão da NBA pelos Milwaukee Bucks, marcou 18 para os Estados Unidos.

Após a primeira jornada, a França lidera o Grupo A, com uma vitória, tal como a República Checa, que venceu o Irão, por 84-78.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto