Contra as expectativas iniciais, a equipa sénior feminina de andebol do Petro de Luanda conquistou, esta quinta-feira, a Taça de Angola, ao derrotar o 1.º de Agosto, por 17-13, salvando assim a temporada.

O 1.º de Agosto, que veio moralizado para o desafio, depois de conquistar, no mês passado, o mundial de clubes da China, e dominar o grosso de jogadoras da selecção nacional de Angola, que levou o ouro nos jogos africano em Marrocos, não teve argumentos suficientes para superiorizarem-se ante às “tricolores”, que agigantaram-se durante todo desafio, em particular na primeira parte, onde saiu em vantagem por claros 10-3.

O duelo de campeões, que encerra oficialmente a temporada nacional, viu as duas formações a apresentarem um rigor defensivo, que apenas aos cinco minutos surgiu o primeiro golo por parte das “tricolores”.

O Petro de Luanda em três ataques concretizou igual número de golos, situação que forçou o treinador do 1.º de Agosto a solicitar o desconto de tempo, uma vez que o seu colectivo parecia estar sem ideias de jogo.

Mais ousadas na segunda parte e mais concentradas, as "militares" ainda tentaram inverter a situação, chegando mesmo a reduzir o marcador por apenas três golos (15-12), num espaço de cinco minutos.

Ainda assim, a formação tricolor não abanou e alterou o seu sistema de jogo, com uma defesa mais a pressionar do que a atacar, que lhes permitiu segurar a vantagem por um largo período de tempo.

Helena Paulo, do 1.º de Agosto, com seis golos, dos quais quatro marcados da linha dos sete metros, foi a melhor marcadora.

Este é o único título do Petro de Luanda, visto que o 1.º de Agosto levou para casa o provincial de Luanda, Supertaça e campeonato nacional.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.