Arranca nesta terça-feira a partir das 10 horas, no Pavilhão principal da Cidadela Desportiva, em Luanda, a maior festa do andebol angolano, campeonato nacional, cuja competição enquadram-se na comemoração dos 40 anos de independência, a assinalar-se no dia 11 de Novembro.

A prova que decorrerá de 17 a 28 de Junho conta com 14 equipas, sendo oito masculinas e seis femininas. Os jogos serão disputados em series no sistema todos contra todos até se encontrar o vencedor de cada serie para disputarem as “play off” que terminará em finalíssima.

No primeiro dia da competição acontecem cinco jogos, três em feminino e dois em masculino, com destaque para o jogo entre a Marinha de Guerra e a campeã nacional, 1º de Agosto, equipa que quer revalidar o titulo a todo custo.

O chefe de departamento do 1º de Agosto, Rui Ortete Muniz, disse ao SAPO que os atletas estão a trabalhar o máximo para estarem em alto nível no campeonato, onde o objetivo passa por conquistar o título nos dois escalões, masculino e feminino.

Por sua vez, o vice-presidente do Progresso da Lunda Sul, António Dragão, fez saber que o estado clínico da equipa está bem e que os jogadores estão preparados para medir forças com qualquer adversário da maior prova da modalidade no país.

António Dragão reconheceu também que não será fácil para a sua agremiação, porque tem muitas equipas com tradição forte no Andebol, mas acredita na capacidade dos atletas e estratégias de jogos que a equipa técnica continua a traçar.

Petro de Luanda, 1º de Agosto, Marinha de Guerra, Progresso da Lunda Sul e Interclube são as equipas que participaram em ambos os sexos na prova, enquanto o ASA, Electro do Lobito e CPPL participam em feminino, ao passo que o Interclube e Misto de Cabinda vão competi apenas em masculino.

A formação do Catetão, Petro de Luanda, é o campeão nacional em masculino, ao passo que o seu principal rival, 1º de Agosto, é o detentor do título no escalão feminino. As duas equipas da província de Luanda jogam no dia 21 de Junho, em masculino, jogo referente a quarta jornada do campeonato.

O emblema do progresso da Lunda Sul em feminino não participa em campeonatos nacionais há mais de 20 anos, mesmo assim, a direção do clube espera ver alguns atletas a fazerem parte das Pérolas Negras, Seleção Nacional, nos Jogos Panafricanos, a ter lugar em Agosto no Congo Brazzaville.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.