Em declarações à imprensa, momentos depois da consagração, referiu ser seu objectivo continuar com o grupo que considera fantástico.

"Bem que gostaria de continuar na selecção. porque a equipa está a fazer exactamente tudo o que fomos planificando desde que assumimos este compromisso com a nação", declarou.

A seu ver, a continuidade a frente da selecção nacional não depende única e exclusivamente de si, mas da direcção da Federação Angolana de Andebol.

Filipe Cruz rendeu no cargo o português João Florêncio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.