A meta de vencer o Paraguai foi cumprida, mas para fechar as estimativas falta a Polónia, adversária de Angola nesta terça-feira às 15h45, no Grupo C do Mundial2013 de andebol sénior feminino que decorre em quatro cidades sérvias.

De acordo com a capitã das campeãs africanas, Natália Bernardo, o objetivo foi atingido para os dois jogos iniciais, porém as atenções devem estar focalizadas para as polacas, concorrentes diretas do “sete” nacional.

«Quero primeiro agradecer o esforço de todos. Viemos com um objectivo, que era ganhar Paraguai. Frente à Polónia verão uma Natália mais batalhadora, aguerrida, porque esse jogo é uma final para nós», disse à Angop a meia-distância central do Petro de Luanda.

Mais tarde, Natália, considerada a melhor jogadora na partida diante das paraguaias ao apontar nove golos, reafirmou a importância de derrotar a adversária desta terça-feira, no arena Kristalna Dvorana, em Zrenjanin.

«É como uma batalha. Queremos vencer no mínimo nesta fase três jogos e viemos determinadas para isso. Portanto, o Paraguai tinha poucas hipóteses. E faz parte do passado, por enquanto vamos tentar ultrapassar o próximo obstáculo», concluiu a andebolista que completa a 25 deste mês 27 anos de idade.

Angola lidera o Grupo C com quatro pontos, os mesmos da detentora do título Noruega, em segundo, enquanto a Polónia, que afastou a Rússia no apuramento da zona europeia para Sérvia 2013, é terceira com dois, tal como a Espanha em quarto. Argentina e Paraguai partilham a cauda, com 0.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto