A seleção angolana sénior feminina de basquetebol iniciou da melhor forma a luta pelo resgate do título continental perdido em 2015, ao vencer esta sexta-feira, na capital maliana, Bamako, a similar dos Camarões, por 78-56, em jogo da primeira jornada da Taça Africana das Nações (Afrobasket2017), que se disputa no Pavilhão do Palácio dos Desportos.

No intervalo da partida do Grupo A, as comandadas do treinador Jaime Covilhã detinham já a vantagem de seis pontos (36-30), em função dos objetivos preconizados neste arranque.

Os 28 pontos da base Italee Lucas contribuíram significativamente no triunfo das antigas bicampeãs continentais.

Da parte camaronesa, os 10 pontos da jogadora Weledji, foram insuficientes para evitar a derrota da sua formação, vice-campeã africana.

Ainda do desafio, em que a tónica do equilíbrio inicial foi um facto, realce a posição nos ressaltos (nove), para camaronesa Ramey, seguido por (seis) de Italee Lucas. Nas assistências, supremacia (quatro) da camaronesa Lonlack, secundada (três) pela angolana Felizarda Jorge.

Resultados parciais:

(24-15, 36-30, 50-41 e 78-56)

Na segunda ronda, sábado, Angola defronta o anfitrião Mali.

Outros resultados do primeiro dia:

Senegal – Guiné 105-39

RD Congo – Egipto 72-99

Costa do Marfim – RCA 104 -57

Angola que perdeu o título, no Afrobasket2015, em Yaoundé, para o Senegal, havia conquistado em Bamako2011 e Maputo2013.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.