O atleta liderou a equipa no jogo da consagração, sexto dos play-off, com 21 pontos, 7 ressaltos, 3 assistências e 5 roubos de bola. Gerson destronou Eduardo Mingas.

Das distinções, em que não figura sequer um atleta “militar”, constam ainda os campeões Childe Dundão, melhor recuperador, e Leonel Paulo (lançamento de dois pontos).

Egídio Ventura, do Interclube, destacou-se nos três pontos, o atleta da Marinha de Guerra  Jocelin foi o melhor nos lances livres, Gerson Domingos (Interclube) nas assistências, enquanto Joseney Joaquim, da Lusíada, ficou com os troféus de melhor ressaltador , marcador da prova e jogador da fase regular, respectivamente.

Lazare Adingono ganhou a distinção de treinador do ano e António Bernardo o melhor árbitro.

O Petro conquistou o seu 13º título com 4-2 nas séries dos play-off.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.