A partida, a disputar-se no pavilhão Victorino Cunha, é referente à segunda “mão” dos quartos-de-final da competição.

Depois da derrota escassa da primeira “mão” (94-97), no pavilhão da Cidadela, a Marinha tentará em seu reduto ultrapassar a desvantagem na eliminatória e qualificar-se à outra fase, perante a um adversário que lidera o Campeonato Nacional (43 pontos).

O quadro de semi-finalistas completa-se na terça-feira com o campeão em título 1º de Agosto a defrontar o Clube Desportivo Kwanza, às 15 horas, no pavilhão 28 de Fevereiro, para a segunda “mão”.

Depois da vitória folgada na primeira “mão” (111 - 55), os “militares”, segundos classificados do Campeonato Nacional com 40 pontos, deverão confirmar passagem no pavilhão 28 de Fevereiro sem grandes dificuldades, até por serem equipas de níveis e objectivos diferentes.

No mesmo dia, mas às 18 horas, o Vila Clotilde recebe o Interclube, também no pavilhão 28 de Fevereiro, com vantagem dos “polícias” de 83-62 da primeira “mão”.

A universidade Lusíada qualificou-se na secretaria para as meias-finais, devido a desistência do ASA, alegadamente por dificuldades financeiras.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.