A dificuldade em transferir os salários do atleta e o alto valor do contrato levaram a direção do 1.º de Agosto a não renovar o contrato com o base norte-americano, Emmanuel Quezada.

A situação da pandemia da covid-19 e a incerteza da disputa do Campeonato Nacional sénior masculino basquetebol também contribuíram para a decisão, de acordo com fonte do Jornal de Angola.

Quezada chegou a Angola em 2016 para representar o Petro de Luanda, equipa com a qual conquistou vários troféus. Por indisponibilidade financeira do clube tricolor transferiu-se para o rival 1.º de Agosto.

Em quatro épocas, Emmanuel Quezada foi das unidades mais valiosas da equipa.

O 1.º de Agosto, orientado por Manuel Sousa “Necas”, já confirmou os concursos de Armando Costa e Hermenegildo Santos (bases), Edson Ndoniema “Lapa”, Islando Manuel “Papá Ngulo”, Malick Cissé, Fidel Cabita, Pedro Bastos, Gilson Bango (extremos) e os postes Eduardo Mingas, Felizardo Ambrósio “Miller” e Teotónio Dó.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.