A seleção angolana de basquetebol defronta domingo, no pavilhão Cadilac Arena de Pequim, a Tunísia em partida das classificativas do mundial 2019, que pode ditar a sua presença nas próximas Olimpíadas.

O jogo é aguardada com certa expetativa, sobretudo porque acontece numa altura em que Angola não prática bom basquetebol, soma três derrotas, mas William Voigt e comandados se têm afirmado estar em condições de ganhar, por conhecerem bem o adversário.

Será a terceira partida entre ambos nos últimos anos, depois de uma vitória cada na fase de qualificação africana para este mundial, e os tunisinos têm mais possibilidades de atingir os Jogos Olímpicos, pois estão já duas vitórias.

Já Angola, derrotada pelo Irão (62-71) na primeira partida das classificativas, conta um triunfo na prova e se superar a Tunísia, domingo, garante pelo menos o pré-olímpico, visto serem diminutas as probabilidades de a Nigéria, igualmente dois triunfos, perder diante da China.

Além disso, tem ainda o Senegal, que caso vença os dois jogos ficará na mesma situação que Angola e Tunísia, batendo-se por dois lugares no próximo torneio de qualificação aos Jogos Olímpicos de Tokyo 2020, no qual estarão selecções de outros continentes (Europa, Ásia, América e Oceânia) que não consigam acesso directo.

Os nigerianos apresentam-se em melhores condições de apurar directamente, pois tem dois triunfos e defronta a China, teoricamente ao seu alcance.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.