O base da seleção angolana de basquetebol, Armando Costa, destacou hoje a capacidade de superação da equipa na vitória frente a Austrália por 91-83 em partida da quinta jornada do Campeonato do Mundo que decorre em Espanha.

Em declarações aos jornalistas, na zona mista do pavilhão Arena de Gran Canaria, o jogador disse que o grupo conseguiu dar a volta aos resultados negativos alcançados nos encontros anteriores e conquistar uma importante vitória frente a um adversário teoricamente superior.

Referiu que os campeões africanos tiveram sorte em algumas fases do jogo, o que não aconteceu nos outros desafios. “Não tivemos a mesma sorte que hoje no passado, porque é preciso ter sorte neste tipo de provas”, comentou.

Armando Costa, que foi o jogador mais utilizado no encontro com a Austrália (37.47 segundos), revelou que a primeira fase da competição foi muito difícil, tendo em conta o número de jogos seguidos. “Foram jogos atrás de jogos, é um campeonato de muita pressão e nem todos estão habituados”, acrescentou.

"Hoje fomos disciplinados" Mingas

A disciplina táctica foi a “chave” da vitória de Angola diante da Austrália por 91-83, afirmou hoje o extremo-poste da seleção angolana, Eduardo Mingas.

“Hoje jogamos de forma coletiva, partilhamos a bola e fomos pacientes. No geral fomos muito disciplinados taticamente, ao contrário dos jogos anteriores”, referiu o jogador em declarações à imprensa depois do encontro disputado no pavilhão Arena de Gran Canaria (Espanha).

Quanto à participação de Angola na primeira fase, Mingas disse que foi aceitável, destacando o tempo de jogo dos jogadores estreantes, realçando que preparou-se um grupo para o futuro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.