Com 14 pontos anotados, o extremo base do Atlético Sport Aviação, Simão Lutonda, foi uma das melhores unidades no confronto com Petro de Luanda, que porém perdeu, por 67-89, em jogo da quinta jornada do campeonato angolano denominado BIC basket, em encontro disputado no Pavilhão Anexo da Cidadela.

Em 39 minutos e 12 segundos, o filho do antigo base da seleção angolana e do 1º de Agosto Miguel Lutonda, que conseguiu ainda quatro ressaltos defensivos, construiu várias jogadas que ajudaram os aviadores a imprimir alguma pressão aos petrolíferos que desde muito cedo assumiram a partida.

De 19 anos de idade, o atleta, em certo momento, foi o “abono de família” da turma do aeroporto, liderando o grupo dentro da quadra com alguma perícia nos movimentos, tendo convertido seis lances livres das 11 tentativas no duelo com o homólogo do Petro de Luanda, Pedro Bastos, que foi o melhor marcador com 21 pontos.

O ASA que saiu a jogar com AntónioNeto, Edson Rosário, Vasco Estêvão, Vladimir Jerónimo e Filipe Abrão revelava falta de concentração e a oito minutos do fim do primeiro quarto perdia, por 0-4.

No mesmo período os aviadores continuavam pouco reativos altura em que o campeão angolano, com um cinco constituído por Paulo Santana, Domingos Bonifácio, Hermenegildo Mbunga, Gerson Gonçalves e Jason Cain, foi completamente superior, demonstrando mais eficácia finalização, pelo que venceu por 22-10.

No segundo quarto, os anfitriões insistiam com o mesmo ritmo de jogo, a que se juntaram sucessivas perdas de bolas, daí que tornaram a perder neste tempo, por 31-45, resultado registado ao intervalo.

No reatamento, terceiro período, o ASA tentou impor-se, mas já não foi capaz de contrariar o favoritismo do Petro que voltou a triunfar neste período por 52-67 e no quarto e último, por 67-89.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.